O regulamento Sim Influencia Em Seu Desempenho Esportivo 2

O regulamento Sim Influencia Em Seu Desempenho Esportivo

Embora não o reconheçam os homens, a verdade é que as mulheres atletas têm um handicap adicionado em treinamento para se comprar melhores marcas comerciais ou resultados desportivos: o ciclo mentrual. Os hormônios das mulheres jogam, quase a toda a hora, em sua contra, e que provocam o funcionamento esportivo. Assim o constantan as referências consultadas pelo CuídatePlus. Isabel Gippini, do Serviço de Ginecologia do Hospital Universitário Sanitas Da Zarzuela, em Madri informa que “no decorrer do tempo menstrual se sudecen uma série de mudanças fisiológicas que afetam o desempenho esportivo”. Naturalmente, inclui Juan Antonio Corbalán, diretor da Unidade de Saúde Esportiva de Vithas Internacional, “há uma enorme intervenção mediada por mudanças hormonais que ocorrem ao longo do período menstrual”.

Antes da puberdade”, quase não há diferenças entre as competências de piás e gurias”. Isso sim, “se a atividade física é muito clara a ação será mínima, contudo poderá ser essencial diante de esforços intensos mantidos”, esclarece. Segundo o entranador pessoal Danilo Fontes, “há atletas que não se percebem diferenças a nível competitivo, entretanto novas se queixam de perda do funcionamento e variação nas sensações durante o estágio menstrual”.

  1. Rossini, Il turco in Italia, Gianandrea Gavazzeni, A Scala 1954
  2. Govaerts, R. (1995). World Checklist of Seed Plants 1(1, 2): 1-483, 1-529. MIM, Deurne
  3. Vômitos persistentes
  4. Os antibióticos
  5. Consulta com o médico antes de estabelecer uma dieta ou rotina de exercícios novas
  6. 4 Exercícios de abdômen
  7. feijão/feijão

Entre algumas doenças, conseguem perceber, “angústia abdominal, cólicas, retenção de líquidos, transformações de humor, sintomas que costumam ligar a conhecida síndrome pré-menstrual, o qual está associada a um acrescentamento da sensação de fadiga e lesões”, acrescenta. Fase menstrual: com níveis de estrogênio e progesterona baixos. Fase folicular (depois da ovulação): com altos níveis de estrogênio e progesterona baixos.

Fase lútea (entre a ovulação e a menstruação): níveis elevados tal de estrogênios, tais como progesterona. Em termos gerais, “desejamos contar que a fase preovulatoria ou pós-menstrual, isto é, alguns dias depois da menstruação, seriam mais favoráveis para o funcionamento esportivo”, explica Corbalán. Pelo contrário, no decorrer da fase pré-menstrual e pode-se perceber “uma redução do tempo de reação, coordenação neuromuscular e a prática manual”, traz Gippini. Nesta fase, describle o especialista de Vithas, “os hormônios favorecem o crescimento do óvulo e do útero, em uma fase certamente anabólico produzido pelo hormônio FSH ou folículo estimulante”.

Fruto de sua ação se produzem estrogênio que exercem construir-se ao óvulo e amadurecer a parede endometrial. Assim, de acordo com o especialista, “desde o término da menstruação, por volta de 14 dias, até a fase ovulatória, incluindo esta, é a incrível fase de cara ao rendimento desportivo”. Este modo é interrompido com a menstruação. Nesta fase, observa, “em tão alto grau estrogênios, tais como progesterona caem e acontece a perda hemática, o que afetaria as atividades aeróbicas mais dependentes do consumo de oxigênio”. A alteração hormonal, “com a queda de estrogênio e aumento da progesterona, nos leva, de novo, a fase pré-menstrual, em que o organismo da mulher responde pior, até os dias que antecedem a ovulação”.

Esta é a hipótese, mas há que ter em conta que cada mulher é diferenciado e que responde de maneira contrário. Neste significado, é sério notar também que, ao contrário do que se possa raciocinar, “a perda sangüínea no decorrer da menstruação (10-noventa ml) tem a mínima repercussão”, tal e como sinaliza a especialista Sanitas. Que tipo de exercícios é o mais recomendável em cada fase?

Com toda esta dica é, sem dúvida, poderá fazer uma planficiación esportiva mais espefícica e individual a cada membro, com o término de aprimorar o funcionamento. Também há que ter em conta que, “sabendo que o pico de testosterona ocorre em redor da ovulação, seria nessa fase, em que se poderia planejar um treinamento de potência”.

Primeira semana do tempo. Os hormônios sexuais se descobrem em níveis muito baixos e conseguem aparecer sintomas menstruais. Há maior tolerância à dor e os músculos se recuperam muito rapidamente. É um momento sublime para exercícios de alta intensidade, combinando exercícios aeróbicos, de força e agilidade. Também para reforçar o core com placas e abdominais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima