Conectividade E Serviços Básicos, Eixos Da Estratégia Para o Desafio Demográfico 2

Conectividade E Serviços Básicos, Eixos Da Estratégia Para o Desafio Demográfico

Os jovens “partiram do território à pesquisa de emprego. Dessa forma, gerar emprego precisa ser uma das grandes prioridades”, destacou. Leal solicitou “um vasto acordo, uma aliança nação e a responsabilidade dos governos locais; a Constituição marca um mapa de eficiência e, desse modo, todos temos que ser co-responsáveis”. Por sua cota, Jordi Torrebadella, vice-diretor de Unidade DG Regional e Política Urbana, ponderou que o desafio demográfico é muito complexo, e que, desde a Europa, buscando-se financiar investimentos feitos para influenciar este problema multinível.

, E de os grandes projetos de Internet que existem no mercado, como, Obviamente, todos os meus adoro, mas a verdade é que existem muitos projetos sérias nestes momentos. Portugal tem tido um papel de liderança em diversos setores, e continua tendo, tendo como exemplo, no ramo de classificados Idealista.

E DAI temos meia dúzia de projetos que irão ser grandes organizações. Concretamente, a partir DAI tem impulsionado projectos de referência no universo on-line como Tuenti ou Utilização. Como é que você se sente mais orgulhoso? Na verdade nós fomos os primeiros impulsionadores de Tuenti e Utilização e nos sentimos muito orgulhosos, porque foram assim como os projectos de muito sucesso. Mas pra mim, tendo como exemplo, acho muito envolvente o sucesso que tivemos com Xplane, que é uma organização americana, e trata-se de algo mais honroso, porque o sucesso no EUA é menos corrente pra uma empresa espanhola. Atualmente, temos diversas organizações que vão super bem e que temos muitas esperanças.

  • Coleta de pilhas e baterias recarregáveis esgotadas pelo bairro
  • Usa as informações pra atingir mais seguidores no Facebook
  • Poucas perspectivas de personalização
  • José Maria Mais Millet (1997 a 2001)
  • Descubra quantos blogs (bons) prontamente existe
  • O professor permanece à frente e duvidosamente monitora a seus alunos de perto

o Que segmentos dentro do mundo da Internet, têm assegurado o sucesso? Nos encontramos no início deste negócio. Estamos em pleno século XXI, contudo a maioria das corporações são do século XX e até já anteriores e há oportunidades em cada esquina. O que está acontecendo é que, na Espanha, precisa ter projetos de superior porte e mais financiamento de grandes projetos.

Tem melhorado muito o financiamento dos níveis mais baixos, porém a começar por uma organização vale vinte ou 30 milhões de euros, há que procurar o dinheiro fora, pelo motivo de não se localiza o capital disponível. Em Portugal não há capital pra grandes projetos. Ninguém investe em um setor, como a Internet de 15, 20 ou 50 milhões de euros. Vamos tarde em tudo. De momento, consolidou-se bastante bem o mercado de investimentos entre meio milhão e 2 milhões e dois milhões e meio, que são classificações entre dez e 15 milhões e, daí em diante, começa a ser muito dificultoso. Sim, somos investidores de capital semente.

Entramos bem no começo, amparar o empreendedor a construir o seu plano de negócio e garantimos os primeiros consumidores, deste jeito que entramos no momento em que a avaliação é ainda muito pequena. E não têm expectativas de aumentar esse enfoque? Não. De momento, a nossa especialidade são os investimentos entre 50 e 150.000 euros. Queremos prosseguir nesta faixa.

Quais serão seus próximos passos como organização? DAI é uma das poucas empresas de capital semente, implantadas em escala global: estamos pela China, no Chile e nos EUA, e o mais primordial, pra nós, de frente para os próximos 5 anos é fortalecer essa expansão internacional. Agora ele está preparando uma lei pra apoiar os empreendedores e às “startups”. Como valoriza a iniciativa e a maneira como você vê o apoio aos empreendedores por divisão do setor público?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima