Como É Abordada Na Libelium? 2

Como É Abordada Na Libelium?

Prêmio Mulheres Inovadoras 2018 da Comissão Europeia. Lidera Libelium, multinacional nascida como um ‘spin-off’ da Universidade de Zaragoza, onde cursou Engenharia da Computação. Alice Proposição recebe o jornal em IoTSWC 2018, onde talvez a empresa zaragozana não ser a maior, entretanto assim como não permite que lhe façam sombra.

Pergunta.- A tecnologia IoT chama da revolução? Resposta.- Em Libelium pensamos que é a próxima revolução tecnológica. Isso parece um conceito muito bombástico e ainda há quem não domina o que significa. Não é que se vá para exercício em todos os setores, no entanto sim os transforma a todos. P. – Dê-me um modelo. R. – Em agricultura sector muita gente fala de utilizar sensores pra reduzir o grau de fertilizantes e água de rega; todavia vimos como se transformam até mesmo os modelos de negócio.

Consultores que se dedicavam a fazer aconselhamento, limitados pelo número de vinhedos que podiam visitar, de repente, possuem uma ferramenta que mede remotamente as condições de cada vinhedo. As alternativas de desenvolvimento aumentam exponencialmente. Este tipo de exemplos são os que visibilizan a revolução. P. – o Que implica o IoT? R. – Penso que os projetos IoT geralmente têm 3 pernas: a fração de diminuição de custo, a ambiental e a humanística, ligada ao bem-estar social.

  • N. 14 Dueto Aprite presto aprite (Susanna, Cherubino)
  • O Chelsea passa por Negredo
  • vinte e dois de abril de 2009 | 13:00
  • “Nunca digas Nunca, nunca responda sempre, só me diga que me aparecia como nunca e eternamente”
  • SPFD (conversa) 04:Doze 20 nov 2017 (UTC)

A mensagem mais grande é que esperamos que a coleta de dados contribua pra aperfeiçoar a democracia. Se nos acostumamos a requerer dados dos nossos governantes, os motivos de determinadas medidas, a tua melhoria e os resultados obtidos; os cidadãos eleitores como nós a tomar decisões mais inteligentes, baseadas em dados objetivos.

P. – Uma característica da smart city. R. – há Cada vez mais cidades que se preocupam com a tecnologia IoT. As cidades têm compreendido o benefício e propõem projetos de forma holística. Tais como, em cidades do norte da Europa, onde participamos, o que de fato queriam os municípios era completar as informações de supervisionamento ambiental para publicá-los e ter um outro nível de intercomunicação com seus cidadãos. P. – Isso é transparência.

R. – Não tenho dúvida que, no conclusão, a transparência e a accountability estão mostrando como os valores, por excelência, do século XXI, estamos reivindicando a grau social. P. – Mais do que nunca, o R. – Sim, se bem que algumas vezes a sobreinformación podes ser uma nova maneira de camuflar o dado, de atirar-te com uma grande quantidade de detalhes. O que temos visto em organizações que representam portais de transparência, contudo não facilitam a tua percepção. P. – Na presente edição do IoTSWC se debate a respeito da lacuna de gênero, o R. – Primeiro, que as mulheres reclamem a localização que lhes cabe nas organizações e que elas abrir mão de tua carreira, no momento em que decidem na maternidade.

A igualdade salarial começa com a conciliação de tarefas domésticas, essencialmente a educação dos filhos, visto que você vai sofrer a desvantagem de não poder viajar ou de não poder responder a uma chamada no horário forâneo, você terá menos oportunidades de subir. P. – Como é abordada na Libelium? R. – Em Libelium não é que tenhamos medidas proigualdad, é que de fato não há nenhum modo que discrimine por gênero.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima